Com a constante evolução do marketing digital, pensar em público-alvo se tornou algo obsoleto e pouco relevante. Diante desse cenário, o conceito de buyer persona surgiu como uma forma de identificar e definir o perfil exato dos potenciais clientes de uma marca.

Ainda não sabe do que estamos falando? Descubra o que é buyer persona e como definir a ideal para o seu negócio!

O que são buyer personas?

De uma forma bem resumida, uma buyer persona representa a personificação detalhada de um determinado público-alvo. Ou seja, é um personagem semificcional criado para ajudar a empresa a entender melhor quem é o seu cliente ideal. A partir disso, é possível desenvolver estratégias mais eficientes e bem-sucedidas.

Os perfis são construídos por meio de dados concretos de pessoas reais, que levam em consideração informações como idade, cargo, hábitos de compra, desafios, crenças, estilo de vida, hobbies, influências, preferências pessoais, critérios de decisão de compra, entre outros aspectos.

Qual é a sua importância na aquisição de MQLs?

A persona é o elemento que deve orientar toda e qualquer estratégia de conteúdo desenvolvida por uma empresa. É a partir dela que você vai definir a linguagem de comunicação das suas ações, as principais redes sociais usadas para o seu negócio, os tipos de conteúdo que devem ser produzidos, a escolha das palavras-chave e a periodicidade das suas ações.

Ou seja, a buyer persona é como um norte que direciona tudo o que será criado dentro da sua estratégia digital, e a nutrição dos leads está diretamente ligada a isso, por meio da qualidade dos materiais produzidos.

O MQL (marketing qualified lead, ou lead qualificado de marketing, em português) é aquele usuário que já identificou um determinado problema e está em busca das melhores soluções. Nesse cenário, conhecer profundamente a sua buyer persona ajudará a criar ações muito mais efetivas e personalizadas para esse perfil.

Quais são as melhores estratégias e ferramentas para construir uma buyer persona?

É importante ter sempre em mente que as buyer personas não podem ser desenvolvidas a partir de palpites ou suposições da sua equipe, e sim por meio de informações reais. Por isso, para que o perfil seja traçado adequadamente, é necessária a realização de pesquisas, entrevistas e coleta de dados dos seus potenciais e atuais clientes.

Selecione as pessoas que mais se encaixam com o perfil de compradores da sua empresa, monte um roteiro de perguntas de acordo com o segmento do seu negócio e realize as entrevistas ou grupos de discussão.

Com os dados em mãos, é hora de analisar as informações e começar a estruturar a sua persona. Para um mesmo produto ou serviço, é possível criar até 5 perfis diferentes, mas é importante que eles sejam realmente relevantes e diferentes.

Após esse processo, é essencial compartilhar os resultados com a sua equipe e demais áreas da empresa. Assim, todos saberão com que tipo de buyer persona estão trabalhando, o que otimizará ainda mais os processos.

Como você pode perceber, ter uma persona bem definida aumenta a relevância do conteúdo, ajuda na aquisição de clientes mais qualificados e reduz gastos desnecessários em anúncios com públicos genéricos.

E você? Está esperando o que para definir a buyer persona do seu negócio? Quer saber mais sobre o assunto? Assine a nossa newsletter e receba todas as dicas e conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!