Sem dúvidas, as inovações que a Google trouxe ao mercado serviram (e ainda servem) de inspiração no mundo corporativo, sobretudo ao que diz respeito à gestão de pessoas. Isso porque a empresa soube, como ninguém, adequar a estrutura tradicional de uma empresa com as ferramentas que a internet disponibiliza.

No post de hoje, revelaremos quais são as lições da Google para a gestão de empresas e como você pode utilizar isso a seu favor. Continue acompanhando a leitura e confira!

A importância da tecnologia no âmbito organizacional e gestão de pessoas

A primeira e mais importante lição que se pode tirar do modelo de gestão da Google é em relação ao uso das tecnologias. Isso não significa apenas utilizar e-mails para se comunicar ou fazer o marketing da empresa via internet.

É também automatizar e simplificar processos por meio de softwares de gestão, criar situações hipotéticas e solucioná-las com o auxílio de análises tecnológicas, numa ação preditiva, utilizar algoritmos matemáticos para mapear os perfis dos funcionários e entender quando e como agir em prol da evolução da equipe, entre outras ações.

Dessa reestruturação no modelo de trabalho atual, onde uma abordagem de gerenciamento que prioriza a cultura da empresa é aliada a novas tecnologias, podemos nos inspirar e aplicar algumas ações inovadoras na rotina das empresas, destacando:

A criação de um ambiente colaborativo

A importância dada ao ambiente de trabalho se reflete diretamente no bem-estar dos colaboradores e nos resultados de qualquer empresa. Sendo assim, adotar uma hierarquia horizontal, onde presidentes e subordinados dividem o mesmo espaço, além de um espaço físico descontraído e funcional, traz uma série de benefícios.

Permite, por exemplo, que haja maior troca de ideias entre as pessoas, além de colaborar com o aprendizado e a criatividade de todos. Visto isso, tomar uma medida simples como trocar a aquisição de móveis decorativos chiques por puffs confortáveis pode ter um resultado tão favorável para as pequenas e médias empresas quanto para as multinacionais.

A priorização da qualidade

Se antes a garantia de sucesso de um produto consistia na forma de divulgação, hoje, com a abundância de informações as quais os consumidores têm acesso, o que garante que um produto caia no gosto das pessoas é a qualidade. Entender isso ajuda, a saber, quando tirar um serviço ruim de campo, antes que a credibilidade da empresa seja afetada. Esta afirmativa também é verdadeira no que diz respeito à gestão de pessoas.

Sabendo disso, faça o que estiver ao alcance de sua equipe para que os produtos sejam planejados e testados com muito critério antes de entrar em circulação. Do mesmo modo, preocupe-se como as equipes são geridas. E valorize o feedback sempre, e em todos os aspectos, pois não há termômetro melhor para o crescimento de uma empresa.

A elaboração de planos de curto prazo

Elaborar uma projeção de metas e resultados, sem dúvidas, é um bom guia para que a empresa possa correr em direção a seus objetivos. No entanto, se apegar a planos inflexíveis e de longo prazo pode ser, por vezes, algo estressante e infrutífero para a sua equipe, já que as circunstâncias estão em constantes mudanças e não levar isso em consideração pode tornar um projeto penoso, ou pior, obsoleto.

Sendo assim, incorpore planos de curto prazo, com no máximo, meses de planejamento à frente. É assim que Larry Page, cocriador da Google, consegue alcançar resultados inovadores e estar sempre à frente das concorrentes em sua área. Adotar esta prática pode ser eficiente também na sua empresa.

E então, como você pretende utilizar as lições que o Google deixou em relação à gestão de pessoas? Conta pra gente nos comentários!