A sociedade atual está se reconfigurando. Estudos comprovam que estamos vivendo em uma era imagética, ou seja, a era onde as imagens têm total poder para o sucesso de uma marca, pois, é ela que irá diferenciar um produto dos demais em termos funcionais, estéticos e de status.

A mensagem textual que recebemos é sim importante, mas, quando estão atreladas às imagens, o êxito é muito maior. Quem trabalha com marketing sabe!

Por exemplo, quando você pensa na Skol, do que se lembra? E quando pensa na Apple? McDonald’s? Coca Cola? Sempre vem uma imagem à nossa cabeça.

Neste caso, a imagem se associa diretamente com a identidade da marca, ainda que esta identidade não corresponda em todos os detalhes com a realidade.  

A influência da mídia

Atualmente, tudo é compreendido por meio de imagens, as pessoas entendem o mundo através da mídia, sendo assim, o sucesso de uma marca está fortemente condicionada à imagem que projeta e à sua repercussão nos meios de comunicação.

Na Internet, devemos considerar a livre circulação de informações, não há controle de conteúdo, havendo então possibilidade de disseminação de notícias falsas, as tão faladas fake news.

As fake news não estão relacionadas apenas à política, mas também às marcas. A proporção que as notícias falsas tomam na mídia pode impactar diretamente na estratégia de comunicação de uma marca.

Por isso, é muito importante que a empresa tenha uma equipe de gestão de crise para minimizar e contornar os possíveis equívocos na imagem e reputação da empresa. A melhor estratégia é sempre abrir o diálogo com a imprensa e restaurar a verdade.

Um clássico das fake news envolvendo uma marca, foi o caso da Itambé, em 2016, que teve seu nome envolvido em uma crise.

Um garoto foi envenenado pelo padrasto após ingerir Itambezinho, achocolatado da marca. A Itambé teve que lidar com a sabotagem e a proliferação de notícias falsas envolvendo seu nome, mesmo tendo sido constatado que o produto estava regular.

Na ocasião, a marca acionou imediatamente a assessoria de imprensa e a agência de marketing digital, a Itambé apurou o caso, agiu com transparência e então o presidente da empresa, Alexandre Almeida, veio a público esclarecer o ocorrido.

Para João José Forni, autor do livro Gestão de Crises e Comunicação: “É muito perigoso a empresa, no início, dizer que não tem culpa. Ela tem de apurar para só então se defender, se for o caso. Do contrário, o efeito pode ser mais danoso”.

A marca precisa ser lembrada pelos consumidores

Qual a primeira marca que lhe vem à cabeça? Ser o Top of Mind é uma condição necessária, afinal, você não compra uma coisa que não se lembra.

Porém, esse fator não é suficiente para indicar o poder de uma marca e o quanto ela é preferida, desejada e comprada. A pergunta ideal é: COMO a marca quer ser lembrada?

Certa vez, Berkeley, bispo anglicano de um povoado irlandês, citou a seguinte frase: “ser é ser percebido”. Essa frase tem sido comprovada ao longo dos anos, afinal, a capacidade de criar imagens e comunicá-las de forma a associar a alguma marca é um desafio para quem trabalha com comunicação e marketing.

Principalmente no setor privado, a afirmação de marca é indispensável. Por isso, é importante criar uma articulação capaz de fazer o público pensar no nome da marca e associar imediatamente às suas ideias. Mas como?

Em uma empresa quando chega o momento de obter insights, tomar decisões e criar estratégias, o uso de dados e análises é indispensável.

No entanto, a marca deve sempre considerar o grande fator decisivo na hora da compra: as emoções. Estar presente na internet, divulgar seus ideais, as causas sociais que apoia, são estratégias muito adotadas pelas marcas.

Caso a marca não tenha um posicionamento claro, é importante alertar a equipe e transformar a sua imagem.

Rever o discurso, o público alvo, detalhar o seu diferencial, expor o benefício proporcionado ao usuário final e escolher adequadamente o meio de aplicação das imagens e mensagens, lembrando que: hoje em dia, o boca-a-boca não é feito com a língua, mas com links.

A construção de uma imagem se dá a partir da soma dos vários elementos que compõem a conjuntura e ela é vital para o seu negócio. O desafio está lançado! 

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades do nosso blog!