Live marketing, da tradução literal, nada mais é que o marketing vivo. É tudo o que toca o cliente diretamente, é o marketing palpável, onde a estratégia se mostra perspicaz e por vezes, muito direta. 

 

O Live e seus tipos de ativações 

O termo usado aqui, embora novo, representa uma área existente dentro da publicidade por anos, conhecido como marketing de relacionamento. É o termo para resumir a produção dentro de agências, onde se produz eventos, experiências e interações para o consumidor final com o produto ou serviço.

É um mundo a ser explorado, onde cada cliente pede um tipo de ativação. Algumas marcas precisam de uma ação conhecida como gifting, onde o consumidor leva pra casa um brinde da marca. 

Apesar de ser um grande atrativo, já vimos que esse tipo de ação precisa estar atrelada à uma experiência, porque é o que vai ficar na memória do cliente. E, consequentemente, o brinde recebido com a marca divulgada. Tendo isso em vista, a companhia em questão acaba virando a primeira escolha na hora da compra. É sobre atrelar valor ao brinde entregue.

Algumas ativações, ainda, precisam de ações chamadas call to action, onde impulsionamos a compra on-line, ou física, no momento de acesso ou contato. Existe, também, a opção de aliar marcas a grandes eventos gerando associação de valores.

Para todas essas opções, existe, o vídeo case, onde a ação é pensada inteira para a câmera. Ou seja, temos todo o trabalho de uma ação normal, com objetos, cenários, pessoas reais experimentando e, além disso, uma câmera para gravar tudo.

 O vídeo case, diferente dos vídeos normais, é o registro de uma ação de live marketing. É quando pegamos uma experiência que já funciona por si só no momento presente e a eternizamos. 

 

Quem faz o live marketing acontecer?

Para que cada ação seja aplicada de acordo com projeto aprovado pelo cliente, existe um produtor para supervisionar e fazer tudo acontecer. 

O produtor  é o responsável pela contratação de promotores, produção de brindes, cenografia, estrutura e tudo o que se fizer necessário no desenvolvimento do evento ou ação. Durante a ação, ele se faz presente, cuidando e reparando qualquer erro ou imprevisto que possa vir acontecer. 

Dito isso, é importante frisar que o acompanhamento do produtor é algo indispensável para qualquer tipo de ação. É ele que assume toda e qualquer responsabilidade, tal como fechamento e relatório final da entrega. 

Ainda, existe uma diferença entre promotor e produtor. O produtor é responsável por todo o projeto, da criação a execução. O promotor, por sua vez, é a cara da ação, sendo quem cria o primeiro contato entre marca e cliente final. É, muitas vezes, quem impulsiona a experiência de marca. 

 

Tá, mas e o live? O que ele realmente é? 

A área não é uma linha contínua onde uma fórmula se aplica para qualquer tipo de situação. Aqui, precisamos entender e estudar a marca para de fato entender qual é a melhor ferramenta a ser usada para atender à sua necessidade, o que muitas vezes também acontece de forma sazonal. 

Dizem por aí que os seres humanos se apegam as situações que vivemos. Live marketing é a capacidade gerar uma boa experiência e emocionar da maneira mais sutil, entregando ao público uma “amostra” de como cada marca se posiciona em relação ao seu cliente final. 

O Live marketing é diferente do marketing tradicional. Não é apenas o outdoor ou o anúncio de jornal que será feito. Ele se difere dessas engrenagens tradicionais de marketing para que haja uma interação dos clientes com a marca. Isso cria uma experiência memorável para os clientes, justamente pela conexão criada com o cliente .

Nós da equipe de Live Marketing, conseguimos ver em primeira mão como que as pessoas interagem e reagem ao produto do cliente divulgado. Conseguimos ter informações quase que imediatas dependendo do resultado da experiência.

Normalmente essas informações obtidas com essas experiências podem ser:

  • Reconhecimento de marca
  • Envolvimento do cliente com a marca
  • Coleta de leads
  • Teste de produto/degustação – o que funcionou ou que não funcionou
  • Feedbacks instantâneos do cliente
  • Aumento de vendas

As marcas usam do serviço de Live Marketing para o reconhecimento da marca. Para que assim os clientes vejam o que a sua marca tem a oferecer, essencialmente plantando a ideia de sua marca na mente dos clientes para o investimento presente ou futuro.

Live Marketing, é sobre a parte afetiva da comunicação. A capacidade de fazer o consumidor se apegar e criar um laço cognitivo com o que está sendo demonstrado pela marca. Para que assim, a partir do sentimento gerado pela experiência, as pessoas vejam a marca com outros olhos.

Quer começar a fazer Live Marketing na sua empresa? Fale com um Gruver